quarta-feira, 28 de maio de 2008

Predileções

Sempre ouço dos mais experientes, maduros e vividos que é preciso conhecer o que é vontade minha para depois questionar a Deus o que Ele espera mim. Tudo bem que as coisas [quase sempre] acontecem de modo diferente da ordem que desejamos ou mesmo planejamos. Pelo menos para mim, não é tão fácil sistematizar coisas tão abstratas, mas que ao mesmo tempo, são bem concretas. Normalmente quem sonha muito alto, viaja muito na maionese, não se conhece tanto. Vai tirando os pés do chão e vivendo uma vida que não é sua. Literalmente, no mundo da lua.
Não quero com isso, dizer que temos que ser céticos, frios ou pouco românticos diante dos nossos sonhos, da vida, dos projetos.
O que seria de nós sem os sonhos!? Posso dizer que na minha vida, eles são o lugar onde me sinto mais humana. Vez ou outra é bom sonhar com inviabilidades [rs]. Digamos que nos faz crescer quando permitimos que Deus e os outros toquem nessa realidade. Os sonhos não são tão íntimos, impartilháveis ou individuais.
Acho saudável sonhar na companhia dos outros, sonhar, especialmente, na companhia de Deus.
Dá mais futuro!

Mas eu dizia sobre a ordem que as coisas acontecem. Me lembro sempre disso as coisas saem do meu controle: Descubro o que eu quero para descobrir o que Deus quer. Hoje, posso afirmar que nem sempre é nessa ordem. Nem sempre foi assim: Apresentar e ser apresentada.

Já descobri tanta coisa em mim e nos outros que, para falar a verdade bem verdadeira, eu não havia escolhido descobrir nem tampouco achei agradável a experiência. Não estava no meu planejamento [rs]. Os frutos do que contrariam nossos mimos e caprichos são fecundos.

É mais saudável confiar que Deus age na naturalidade das coisas. A providência acontece no percurso rotineiro e fiel do cotidiano. O extraordinário é para dar mais sabor aos acontecimentos. Quase sempre, o que não é comum me dá alguns sustos. Acho que é bem nesses momentos que sou arrancada de dentro de mim. Mas é bem no ordinário que eu me conheço. É na calma e inércia, no pacífico de cada amanhecer que me deparo com as insistências, inconstâncias e predileções. Como eu gostaria que fosse o dia de hoje?

Enfim... Sonhar é bom, planejar. Executar, então? Bom demais!
Mas como diz a música¹: "Eu tenho os meus pés no chão, mas sei que meu coração está muito além do que se possa ver."
Amadurecer, crescer, viver... Se houvesse prazos fixos, parcelas, contas, cálculos e fórmulas para a vida, certamente o Manual para comportar-se nas situações mais corriqueiras ou desafiantes estaria disponível nas livrarias.

"Quanto mais fores humano, tanto mais serás divino. Não se toca o céu sem ter os pés no chão"²

___________________________________
¹ Estrangeiro Aqui - Missionário Shalom
² Padre Fábio de Melo
___________________________________

Falando em música...
Uma das minhas prediletas.
Ir Kelly Patrícia - Obra Viva

5 comentários:

Anônimo disse...

Entendo bem isso tudo...

Bjs
Pati

Eu?! Um mistério pra mim mesmo... disse...

O teu sonho em mim quero descobrir. Quando olho para Ti, descubro em mim os teus sinais...

Quem foi que escreveu isso mesmo hein????

Pelirroja disse...

Oiiiiiiii, amiga!
Que saudades.
Lindo o seu texto, já disse e repito: você escreve divinamente bem. ;P

Acho que sonhar é necessário. Que objetivo tem o homem sem um sonho?
O que é uma pessoa sem sonhos?Uma pessoa que já perdeu as esperanças?
Te confesso que às vezes sonho alto demais, mas eu ainda acho sim possível. Por que não poderia ir estudar na França? (com o namorado à tiracolo)
u.u

Passa no Abóboras, está de carinha nova. Estou dando uma de hacker e aprendi a trocar as cores dos layouts chatos do blogger.
;D

Um beijão.
Estou esperando o pão de queijo ainda, hein?

Anônimo disse...

Na vida temos muitas predileções, no entanto, todas pra mim só tem sentido se colocarmos Nosso Senhor Jesus Cristo a frente, só assim seremos bem sucedidos em tudo a que nos propomos.
Que possamos nos entregar a ELE.
Lindas suas palavras!
TE AMO! E sinto muito a sua falta.
Você vive em meu coração.
Que Nossa Senhora esteja sempre contido.
Beijos,
Sandra "Regina"

Bianca disse...

Saudades Amiga!!!

Concordo plenamente com o seu texto! Sonhar é muito bom, mas é preciso cautela!

Abraços saudosos!