segunda-feira, 22 de junho de 2009

Amor, ofertas, unidade, liberdade...

Sempre que Deus diz que me ama, fico eu a pensar na minha resposta diante de tantas coisas, tantos presentes, tantas intervenções, tanta fidelidade. Não me refiro à quantidade disso tudo, mas à qualidade. Que por ser próprio de Deus, é perfeito, não se acaba, não muda, não passa.
Quando a gente ama, a gente sempre acha que é pouco, que o amor é insuficiente diante do que se deseja dar ao outro. Na verdade, não que o amor seja pequeno, pouco, mas talvez a oferta não tenha atingido a plenitude... E para isso, não bastaria um simples desejo da minha parte, mas este esforço aliado à graça de Deus.
Eu bem sei que oferta sem amor, é estéril, então, amar e ofertar, ofertar e amar, pelo que tenho entendido, é o segredo para perder as medidas na entrega...
Amar suficientemente?
Deus, nosso referencial supremo de amor, faz sempre mais que o suficiente. Deus sempre surpreende o que, para nós, seria o bastante. Deus sempre vai além das medidas estabelecidas por nossa inteligência.
Aos poucos Ele mesmo tem colocado no meu coração um incômodo, que chega a doer, para entregar o que tenho guardado dentro dos espaços mais escuros. Entregar a Ele e a quem eu decidi, livremente, por dividir o meu passado, presente e futuro.
Sabe aquele compartimento escondido, que nenhum ladrão ousaria procurar ali, que ninguém imagina existir? Pois é, é aí que o meu Senhor tem procurado as minhas pérolas. Pérolas que, por tanto apreço, decidi guardá-las por medo de serem roubadas. Outras que tomaram característica de tesouro somente pelo segredo, mas que as guardo no receio de que não sejam acolhidas se forem expostas. E o meu Senhor tem visitado, com muito amor, os esconderijos mais secretos do meu coração.
Uma visita multiforme, nem sempre na pessoa dEle, se é que vocês me entendem...
E a minha vida, cheia de guerras, incongruências, tesouros, esconderijos e pérolas, é minha e ninguém a toma de mim. Eu quero entregá-la do modo mais belo possível: Livremente...
Vida que experimenta todos os dias de um amor que supera toda e qualquer dor e me faz desejar ser o que o céu espera de mim. O olhar no Alto... Os meus pés no chão, com o meu coração dentro do peito, minha razão, meus sonhos malucos, meu jeito, minha saúde, meus gritos, meu canto, minha teimosia, minha juventude, minhas potências e minha incredulidade.
Amor que me ensina o que é Unidade... Viver, na minha carne e coração, a unidade. Unidade que é comunhão de pensamento, comunhão no Carisma, unidade que vai além de uma convivência física, uma pizza ou um crepe, um passeio ou um abraço. Unidade que caminha na mesma direção, unidade que gera o desejo pelo mesmo fim.
Unidade que rompe os limites da minha oferta... Unidade que, por ser de Deus, não se difere de Seu Amor. Unidade que é Amor e, por isso, lança fora todo temor e cura todas as feridas causadas pelos anzóis que querem me tirar do que é o desígnio de Deus. Unidade que é caminho de Paz...
Unidade que me faz chorar e sorrir pelo mesmo motivo e por isso, entregar, LIVREMENTE, a minha vida.
----
PS¹: No próximo fim de semana acontece o curso Espiritualidade na Arte.
PS²: No ouuuuutro, tem ACAMPS!
PS³: E na segunda, dia 6, eu embarco para Londres... Encontrar o Camilo, o namorado mais especial e lindo do mundo. A propósito, em breve contarei aqui as surpresas de Deus com relação a esse presente de Deus para nós.
Ah... Eu sou uma pessoa muuuuuuito feliz, eu sou de Deus!
Ótima semana a todos.
Shalom!
:-)

2 comentários:

Paulo Chaves disse...

Como não mover-se com palavras sinceras e verdadeiras que penetram o coração de quem não partilhou de perto as alegrias de quem as escreveu? É o poder do Evangelho, a permear-nos a vida pelas letras nossas de cada dia a nos traduzirem, a transformarem-se, também elas, em testemunho verdadeiro, um atestado da verdade de Deus em todos nós!

Jesus esteja em sua alma

... ao Céu, pela Cruz!

José Wilde Fábio disse...

Narlla

Que feliz surpresa encontrar o seu blog e ver nele toda a vida de Deus que pulsa do seu coração e da sua sede de ser fiel. Fico muito feliz de ver jovens como vc se deixando seduzir e atrair por Deus. obrigado pela sua vida ofertada! Bendito seja Deus! Um grande abraço e coragem!!! O Caminho é estreito, escuro e longo. Porém a recompensa eterna que nos espera náo tem nem comparaçao a nada que conheçamos nesta vida. SHalom!!! WIlde Fábio