domingo, 12 de outubro de 2008

A Senhora

Que tanto me ensina
Me acompanha e me faz melhor
A Senhora que me ensina a ser mulher
A Virgem que leva meu coração à oração
Ela mesma, que gerou o Senhor da minha salvação
A Senhora da Conceição Aparecida
Aquela que me faz mais gente
Quem coloca ternura em meu olhar
A Virgem Aparecida do Silêncio
Silêncio tão doído, tão salvador, tão fecundo
Ela que me ensina a escovar os dentes
A dançar, a me olhar no espelho
A Virgem da Castidade que me ensina a viver, a vestir, a olhar, a provar...
Belíssima Senhora
Que me ensina a amar com amor de mãe
Que fecunda a maternidade que Deus colocou em mim
A Imaculada Conceição
Que gera em Seu ventre a minha vida
Minha história, nossa história
Ela... A Mulher que me ensina a contemplar na ação
A Virgem Prudente que me ajuda a planejar e executar em Deus
Obrigada, Mãe...
Obrigada pelo espaço que me ofereces dentro do Teu coração
Do Teu ventre, puro e sem mácula
Obrigada, Mãe, por ser minha e nossa advogada
Obrigada por me ajudar a viver a vontade e o sonho de Teu Filho
Aquele que merece todo amor do mundo

Um comentário:

Gabriela disse...

Amiga, que coisa linda!
Mãe Maria, rogue pela minha feminilidade!
Um beijão cheio de saudades...
Gabi