domingo, 2 de janeiro de 2011

Para hoje, para 2011

Que os meus desejos para 2011 não sejam como as dietas da segunda-feira, sem decisão e objetividade. Que a culpa não seja tão agressiva que venha a me paralisar. Que os meus desejos sejam tão puros ao ponto de me manterem inteira e firme nas escolhas que eu venha a fazer.

Que a responsabilidade nunca seja um peso, que a liberdade verdadeira conduza todos os diálogos que eu venha a ter este ano.

E que a minha imagem não seja preservada em detrimento da felicidade e vida dos meus irmãos.

Que eu saiba direitinho o que é o ouro, o incenso e a mirra que preciso ofertar ao Menino. E que o amor louco e desmedido deste mesmo Menino, seja para mim, força e sustento nas provas que, certamente, virão.

Que a minha correspondência de amor e entrega não seja pautada nos retornos e nas reciprocidades das conveniências.

Que a minha meta seja Deus, que a minha vontade encontre o ponto exato e feliz do acordo mais belo com a vontade dEle.

Que seja sereno, que seja feliz, que aconteça. E que o tempo seja, mais uma vez, o propício, o tempo necessário, o tempo favorável.

Que a aliança seja forte, fecunda e verdadeira. Que não se quebre, que permaneça para sempre.

Amém.

Feliz ano novo.

3 comentários:

Luzia Lira Pedagoga disse...

Li alguns textos seus. Gostei muito.O jeito que vc fala de Deus é sublime. Me identifiquei muito, pois todos os dias quando levanto ponho minha vida e a vida de meus filhos na mão do criador. Faça-se em mim a sua vontade, senhor.Bjos...Luzia Lira

Rolando disse...

oi. tuod blz? estive por aqui. muito legal. apareça por lá. abraços.

ALBERT SANTANA disse...

PAZ E BEM MUITO BACANA SEUS TEXTOS VISITA AI MEU BLOG E DEUS SEJA LOUVADO E CONTINUE EVANGELIZANDO http://www.pensamentossempre.blogspot.com/