terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

Comparar-se é coisificar-se

Hoje eu pensava nas fórmulas, nas receitas, nos esquemas, nas leis... O que é importante para viver bem? Qual o segredo do cofre? A senha para encontrar a liberdade interior?
No meio em que vivo, fala-se da violência de coração que move nosso coração a decidir-se por viver a vontade de Deus. Especialmente hoje, minha razão iluminou meu coração, o cerne das minhas decisões.
Coloquei-me a pensar nos motivos que levam alguém a sofrer tanto para tomar uma decisão, dizer um sim, ou dizer um não.
Insistimos em caminhar em conformidade aos paradigmas impostos e engessados em conclusões preconceituosas e desesperadas, nossas e também dos outros. Fico triste em ver tanta gente sofrendo ao olhar o tempo que passou, olhar sem se perceber e se encontrar sob a custódia de Deus.
Não sabemos caminhar como se deve. Às vezes nem conseguimos olhar para alguém e enxergar no outro além do que ele faz e olhar o que ele é. Como é triste ver pessoas coisificando a si mesmas e aos outros. Comparar-se é coisificar-se. Se Deus me vê única e irrepetível, quem sou eu para olhar o outro a partir de uma visão global, sem especificidades? Seria ignorar a arte e o poder de Deus, que muda tudo, sem mudar seu plano.*
A violência está em viver diferente do que se viveu até hoje. A violência de coração está em permitir que Deus reforme as estruturas, os prazos e os esquemas que fizemos ou fizeram para nós. Talvez, dentro da nossa experiência, trabalhamos dia e noite para construir essas estruturas. Deveras isso é considerado por Ele! Mas é bom se colocar à disposição para questionar se sou feliz, assim? Se permito a concretização da promessa de verdadeira vida. Verdadeira vida não exime da luta, mas tem os sinais da providência, atenção e cuidado de Deus, e Ele é bom. Bom e fiel!

* Santo Agostinho

3 comentários:

Pelirroja disse...

AMIGA, a menininha não foi para o espaço, e sim para o Pólo Norte encontrar o Papai Noel.

Poxa, gostei do "comparar-se é coisificar-se"...Generalizar pessoas também é coisificar. Diminuir pessoas é coisificar. Nós, comunicadores temos a tendência de coisificar as pessoas. O que são os meios de massa?
Hahaha (Mudando totalmente o foco do texto)

Beijos, chuchu!
=*

Jon disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
FOTOS = ] disse...

...
Às vezes vc me confunde...
Vc fala tanto da humanidade, q às vezes penso q vc será uma ótima psicológa, aí lembro de um dos seus dons mais belos(colocar pessoas em letras,rsrs) vc não é escritora, será uma jornalista! Mais do q isso, vc é a Narlla Shalom de Deus, serva! Ministra e discípula da Paz, tudo q vc escreve é dom, é unção, é o Pai mesmo q compõe pra vc e pelo espírito vc só escreve....